Professor livre-docente do DCP-USP, possui graduação em Engenharia Civil/Hidráulica (UFRJ, 1987), especialização em saúde pública (ENSP/Fiocruz, 1989), mestrado em Planejamento Urbano e Regional (IPPUR/UFRJ, 1993) e doutorado em Ciências Sociais (IFCH/Unicamp, 1998). É pesquisador e vice diretor do Centro de Estudos da Metrópole (Cepid/Fapesp). Atualmente, é Presidente do RC-21 - International Sociological Association (2014/2018), trustee da FURS - Foundation for Urban and Regional Studies (Inglaterra) e assessor adjunto especial da FAPESP. É editor correspondente para a América Latina da Revista IJURR e membro do Consleho Estratégico da École Urbaine da Sciences Po Paris, onde também participa como professor colaborador. Dedica-se principalmente ao estudo de políticas públicas, sociologia e política urbana, redes sociais e pobreza urbana. Ingressou como docente no DCP em 2002. É pesquisador principal da Fapesp e Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 1B.

 

  PROGRAMAS DE CURSOS (GRADUAÇÃO E PÓS)

btn up2

Disciplinas de Graduação:
FLP0434 - Cidade, Política e Políticas Públicas
FLP0451 - Estado e Políticas Públicas
FLP0458 - Pobreza Urbana e Políticas Públicas

Disciplinas de Pós-Graduação
FLS6044 - Introdução à Análise de Redes Sociais
FLS6073 - Estado e Políticas Públicas
FLS6195 - Cidades, governo e políticas públicas

 

  PUBLICAÇÕES

btn up2

Publicações disponíveis em:

Biblioteca do Centro de Estudos da Metrópole

ResearchGate

Academia.edu

 

  •  Livros (últimos 5 anos)

MARQUES, E. 2016. São Paulo in the Twenty-First Century Spaces, Heterogeneities, Inequalities. Nova Iorque: Routledge.

MARQUES, E. 2015. A metrópole de São Paulo no século XXI: espaços, heterogeneidades e desigualdades. São Paulo: Editora Unesp/CEM.

MARQUES, E. & FARIA, C. (ed.) 2013. A Política Pública como campo multidisciplinar. São Paulo: Ed. Unesp/CEM.

MARQUES, E. (org.) 2012. Redes sociais no Brasil - sociabilidade, organizações civis e políticas. Belo Horizonte: Fino Traço Ed.

MARQUES, E. 2012. Opportunities and deprivation in the Global South: Poverty, segregation and social networks in São Paulo. Londres: Ashgate Pub.

KOWARICK, L. & MARQUES, E. (org.) São Paulo: novos percursos e atores: sociedade, cultura e política. São Paulo: editora 34.

KOWARICK, L. & MARQUES, E. (ed.) São Paulo: Miradas cruzadas: Sociedad, Politica y Cultura. Quito: Ollachi, 2011.

MARQUES, E. 2010. Redes sociais, segregação e pobreza. São Paulo: Ed. Unesp.

 

  •  Capítulos de livros (últimos 5 anos)

MARQUES, E. 2016. Introduction: Heterogeneities and Inequalities in a Southern Metropolis. In: Eduardo Marques. (Org.). São Paulo in the Twenty-First Century Spaces, Heterogeneities, Inequalities. Nova Iorque: Routledge, p. 1-30.

MARQUES, E. 2016. São Paulo Histories, Institutions and Legacies. In: Eduardo Marques. (Org.). São Paulo in the Twenty-First Century Spaces, Heterogeneities, Inequalities. Nova Iorque: Routledge, p. 31-56.

MARQUES, E; Barbosa, Rogério ; Prates, I. 2016. Socioeconomic Transformations and Social Structure. In: Eduardo Marques. (Org.). São Paulo in the Twenty-First Century Spaces, Heterogeneities, Inequalities. Nova Iorque: Routledge, p. 56-72.

MARQUES, E; Requena, C. 2016. Diverse Demographic Trajectories and Heterogeneity. In: Eduardo Marques. (Org.). São Paulo in the Twenty-First Century Spaces, Heterogeneities, Inequalities. Nova Iorque: Routledge, p. 120-137.

MARQUES, E; Rodrigues, L. 2016. Public Housing Production. In: Eduardo Marques. (Org.). São Paulo in the Twenty-First Century Spaces, Heterogeneities, Inequalities. Nova Iorque: Routledge, p. 196-213.

MARQUES, E. 2016. The Social Spaces of the Metropolis in the 2000s. In: Eduardo Marques. (Org.). São Paulo in the Twenty-First Century Spaces, Heterogeneities, Inequalities. Nova Iorque: Routledge, p. 138-159.

FERREIRA, M.; MARQUES, E. & FUSARO, E. (2016) Assentamentos precários no Brasil - uma metodologia para estimação e análise. In: Morais, M.; Krause, C.; Lima Neto, V. (org.) Caracterização e tipologia de assentamentos precários: estudos de caso Brasileiros. Brasília, Ipea.

MARQUES, E; Requena, C. ; Hoyler, T. 2016. Estrutura social, segregação e espaços. In: Lúcio Kowarick; Heitor Frugoli. (Org.). Pluralidade urbana em São Paulo Vulnerabilidade, marginalidade, ativismos. São Paulo: Ed. 34/Fapesp, p. 351-380.

MARQUES, E. 2015. Condições Urbanas. Trajetórias das desigualdades: como o Brasil mudou nos últimos cinquenta anos. São Paulo: Unesp/CEM, p. 223-248.

MARQUES, E. 2015. São Paulo: transformações, heterogenidades, desigualdades. In: Eduardo Marques. (Org.). A metrópole de São Paulo no século XXI: espaços heterogeneidades e desigualdades. São Paulo: Editora Unesp/CEM, p. 1-20.

MARQUES, E.; Barbosa, R.; Prates, I. 2015. Transformações econômicas e grupos sociais. In: Eduardo Marques. (Org.). A metrópole de São Paulo no século XXI: espaços heterogeneidades e desigualdades. São Paulo: Editora Unesp/CEM, p. 21-45.

MARQUES, E.; Requena, C. 2015. Trajetórias demográficas diversas e heterogeneidade. In: Eduardo Marques. (Org.). A metrópole de São Paulo no século XXI: espaços heterogeneidades e desigualdades. São Paulo: Editora Unesp/CEM, p. 147-172.

MARQUES, E. 2015. Os espaços sociais da metrópole nos 2000. In: Eduardo Marques. (Org.). A metrópole de São Paulo no século XXI: espaços heterogeneidades e desigualdades. 1ed.São Paulo: Editora Unesp/CEM, p. 173-198.

MARQUES, E.; Rodrigues, L. 2015. A produção pública de habitação. In: Eduardo Marques. (Org.). A metrópole de São Paulo no século XXI: espaços heterogeneidades e desigualdades. São Paulo: Editora Unesp/CEM, p. 337-366.

MARQUES, E. 2015. Estado, atores políticos e governança. In: Ana Cristina Fernandes, Norma Lacerda, Virgínia Pontual. (Org.). Desenvolvimento, planejamento e governança: expressões do debate contemporâneo. 1ed.Recife: Ed. UFPE/IPEA/ANPUR, v. 1, p. 181-201.

MARQUES, E. 2014. Government, political actors and governance in urban policies in Brazil and São Paulo. In: China governance review, 5. Beijin: Chinese Academy of Governance.

MARQUES, E. 2013. As políticas públicas na ciência política. Marques, E. & Faria, C. (ed.) A Política Pública como campo multidisciplinar. São Paulo: Ed. Unesp/CEM.

Marques, E. 2013. Agências. In: G. Di Giovanni; M. Nogueira. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ed.São Paulo: Imprensa Oficial/Ed. Unesp, 2013, v. 2, p. 102.

Marques, E. 2013. Path dependence. In: G. Di Giovanni; M. Nogueira. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ed.São Paulo: Imprensa Oficial/Ed. Unesp, 2013, v. 2, p. 124.

Marques, E. 2013. Redes de políticas. In: G. Di Giovanni; M. Nogueira. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ed.São Paulo: Imprensa Oficial/Ed. Unesp, 2013, v. 2, p. 345.

MARQUES, E. Redes sociais, pobreza e segregação em São Paulo e Salvador - conceitos e métodos. In: Eduardo Marques. (Org.). Redes sociais no Brasil - sociabilidade, organizações civis e políticas públicas. Belo Horizonte: Fino Traço/CEM, 2012, p. 21-44.

MARQUES, E. ; BICHIR, R. As redes pessoais em São Paulo e Salvador. In: Eduardo Marques. (Org.). Redes sociais no Brasil - sociabilidade, organizações civis e políticas públicas. 1ed. Belo Horizonte: Fino Traço/CEM, 2012, v. 1, p. 45-69.

MARQUES, E. ; CASTELLO, G.; BICHIR, R. Redes pessoais e acesso a mercados. In: Eduardo Marques. (Org.). Redes sociais no Brasil - sociabilidade, organizações civis e políticas públicas. 1ed. Belo Horizonte: Fino Traço/CEM, 2012, v. 1, p. 1-69.

MOYA, M.; MARQUES, E. Trocas sociais, apoios e mecanismos relacionais. In: Eduardo Marques. (Org.). Redes sociais no Brasil - sociabilidade, organizações civis e políticas públicas. 1ed.Belo Horizonte: Fino Traço/CEM, 2012, v. 1, p. 1-81.

MARQUES, E.; BICHIR, R. & SCALON, C. “Residential segregation and social structure in São Paulo: continuity and change since the 1990s”. In: Maloutas, T. & Fujita, K. (ed.) Residential Segregation Around the World: Why Context Matters. London: Ashgate Pub., 2012.

SARAIVA, C.;MARQUES, E.Favelas e periferias nos anos 2000. In:KOWARICK, L. & MARQUES, E. (org.) São Paulo: novos percursos e atores: sociedade, cultura e política. São Paulo: editora 34.

MARQUES, E.; BICHIR, R.; GOMES, S.; GONÇALVES, R. ; PAVEZ, T. 2011. Los desafíos de la metrópoli. Desigualdades sociales, políticas públicas y segregación. In: Adrián Lavalle. (Org.). El Horizonte de la política Brasil y la agenda contemporánea de investigación en el debate internacional. Cidade do México: CIESAS (Centro de Investigaciones y Estudios Superiores en Antropología Social), Vol. 1, p. 87-110.

SARAIVA, C.; MARQUES, E.Favelas e periferias nos anos 2000. In:KOWARICK, L. & MARQUES, E. (org.) São Paulo: novos percursos e atores: sociedade, cultura e política. São Paulo: Editora 34/CEM.

MARQUES, E.; BICHIR, R.; GOMES, S. ; GONÇALVES, R. ; PAVEZ, T. 2011. Los desafíos de la metrópoli. Desigualdades sociales, políticas públicas y segregación. In: Adrián Lavalle. (Org.). El Horizonte de la política Brasil y la agenda contemporánea de investigación en el debate internacional. Cidade do México: CIESAS (Centro de Investigaciones y Estudios Superiores en Antropología Social), Vol. 1, p. 87-110.

SARAIVA, C.; MARQUES, E. Favelas y periferias en los anos 2000. 2011. In: Lúcio Kowarick e Eduardo Marques. (Org.). São Paulo, Miradas Cruzadas: Sociedad, política y cultura. Quito, Ecuador: Olacchi, Vol. 1, p. 235-260.

MARQUES, E.; BICHIR, R.2011. Dinamicas recentes de la pobreza e de las periferias. In: Lúcio Kowarick e Eduardo Marques. (Org.). São Paulo, Miradas Cruzadas: Sociedad , política y cultura. Quito, Ecuador: Olacchi, Vol. 1, p. 76-98.

MARQUES, E.; BICHIR, R.; PAVEZ, T.; ZOPPI, M.; MOYA, M.E.; PANTOJA, I. 2011. Redes pessoais e pobreza em São Paulo. In: DIAS, L. (org.) O uso das redes sociais nas Ciências Humanas. Florianópolis: Ed. Insular UFSC.

 

  •  Periódicos (últimos 5 anos)
  • MARQUES, E. 2016. De volta aos capitais para melhor entender as políticas urbanas. Novos Estudos Cebrap, No 105, p. 15.
    MARQUES, E. 2016. Os capitais do urbano no Brasil. Novos Estudos Cebrap, No 105, p. 11.
    MARQUES, E. 2016. Notas sobre a política e as políticas do urbano no Brasil. CEM, Textos para discussão Nº 18, p. 1-55.
    MARQUES, E. 2016. Urban poverty, segregation and social networks in São Paulo and Salvador, Brazil. International Journal of Urban and Regional Research, p. 1-17.
    MARQUES, E.; Alonso, A.; Almeida, M. H.; Nobre, M.; Fiore, M. 2015. Entrevista: Novos Estuos Cebrap entrevista Fernando Haddad. Novos Estudos CEBRAP, No 103, p. 11.
    MARQUES, E. 2015. A metrópole de São Paulo no início do século XXI. Revista da USP, Vol 102 (1): p. 23-32.
    MARQUES, E.; Bichir, R.; Moya, M. 2014. Notas sobre el análisis de redes sociales en Brasil. Redes, Revista Hispana para el Análisis de Redes Sociales, v. 25, p. 85-93.
    MARQUES, E. 2014. The Spatial Dimensions of Personal Networks Among Poor Urban São Paulo and Salvador. Sociologia urbana e rurale, p. 102-116.
    MARQUES, E. 2014. Estrutura social e segregação em São Paulo: transformações na década de 2000. Dados, Vol. 57, 3.
    MARQUES, E. 2013. Government, Political Actors and Governance in Urban Policies in Brazil and São Paulo: Concepts for a Future Research Agenda. Brazilian Political Science Review, Vol. 7.
    MARQUES, E.; RODRIGUES, L. 2013. O Programa Minha Casa Minha Vida na metrópole paulistana: atendimento habitacional e padrões de segregação. Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais, Vol. 15.
    MARQUES, E. 2013. Pobreza, sociabilidade e tipos de redes sociais em São Paulo e Salvador. Visioni Latinoamericane, v. 8, p. 42-59.
    MOYA, M.; MARQUES, E. 2013. Échanges sociaux et mécanismes relationnels à São Paulo et Salvador. Brésil(s). Sciences humaines et sociales, v. 2, p. 5-28.
  • MARQUES, E.; REQUENA, C. 2013. O centro voltou a crescer?: trajetórias demográficas diversas e heterogeneidade na São Paulo dos anos 2000. Novos Estudos CEBRAP (Impresso), p. 17-37.
    VARANDA, M.; MARQUES, E.; MARTES, A. Introdução ao número especial Congresso-luso Afro-Brasileiro, Grupo de trabalho Análise de Redes Sociais. Redes, Revista Hispana para el Análisis de Redes Sociales, v. 22, p. 1, 2012.
  • BICHIR, R.; MARQUES, E. 2012. Poverty and sociability in Brazilian metropolises: comparing poor people´s personal networks in São Paulo and Salvador. Connections, Vol. 32 (1), p. 20-32.
    MARQUES, E.; BICHIR, R. 2012. Redes de apoio social no Rio de Janeiro e em São Paulo. Novos Estudos CEBRAP, Vol. 1, p. 10-32.
    MARQUES, E. Do social networks help overcoming urban poverty, in spite of segregation? International Journal of Urban and Regional Research, Vol. 36 (5), p. 958-79, 2012.
    MARQUES, E. 2012.Public policies, power and social networks in Brazilian urban policies.Latin American Research Review, Vol. 47 (2).
    MARQUES, E. 2011.Social networks matter in gaining access to goods and services obtained from outside markets? International Sociology, Vol. 41 (2), p. 10-27.

 

  • Resenhas (últimos 5 anos)

MARQUES, E. 2015 “The Routledge Handbook on Cities of the Global South”. International Journal of Urban and Regional Research - IJURR, Vol. 39 (3).

MARQUES, E. 2014. Resenha “Water and sanitation services: public policy and management”. Brazilian Political Science Review, Vol. 8 (2).

MARQUES, E. 2014. Resenha “Engineers and Communities: Transforming Sanitation in Contemporary Brazil”. International Journal of Urban and Regional Research - IJURR, Vol. 38.

MARQUES, E. 2012. Resenha “Planning and decentralization”. International Journal of Urban and Regional Research, Vol. 35.

 

 

  ENTREVISTAS E PODCASTS

 

Agência FAPESP: Livro sobre São Paulo no século XXI contribui para o urbanismo comparativo, 22 de agosto de 2016.

Clique aqui para ler o texto integral 

 

FAPESP - Entrevista: Eduardo Marques sobre o livro A metrópole de São Paulo no século XXI: espaços, heterogeneidades e desigualdades, lançado no Brasil pela editora UNESP (2015); e no Reino Unido pela editor Routledge (2016).

Clique aqui para assistir a entrevista

 

NEXO - Entrevista: Eduardo Marques debate a governança urbana no Brasil, 14/9/2016

Clique aqui para assistir a entrevista: Parte 1; Parte 2

 

 

  NÚCLEO / GRUPO DE PESQUISA

btn up2

 

Pesquisas realizadas no interior do Centro de Estudos da Metrópole.

Grupo de pesquisa: Política do urbano