institucional h2


O Departamento de Ciência Política da USP é um centro de excelência que se dedica à formação de cientistas sociais (graduação) e de mestres e doutores em Ciência Política. Destaca-se pela pesquisa e reflexão sobre as principais questões teóricas e empíricas da área, tendo abrigado em seus quadros alguns dos mais notáveis e reconhecidos cientistas políticos brasileiros, muitos dos quais exerceram e exercem papel de liderança acadêmica e política. Neste site o interessado encontrará informações sobre o corpo docente, os cursos de graduação e de pós-graduação, a agenda de seminários e eventos, os núcleos de pesquisa, o apoio da secretaria e muito mais.

 

CHEFIA
Prof. Dr. Alvaro de Vita (chefe) alvaro_vita@uol.com.br
Prof. Dr. João Paulo Candia Veiga (suplente) candia@usp.br

 

Pós-Graduação

Prof. Dr. Bruno Speck (coordenador) bruno.speck@gmail.com
Profa. Dra. Eunice Ostrensky (vice-coordenadora) eostrensky@usp.br

 

Graduação em Ciências Sociais
Prof. Dr. Rurion Melo (coordenador) rurion@usp.br

 

Coordenação de Seminários
Prof. Dr. Paolo Ricci paolo.ricci.usp@gmail.com
Prof. Dr. Jean Tible jtible@gmail.com

 

Coordenação da ipsa-usp summer school (pelo dcp-usp)
Profa. Dra. Lorena Barberia lorena.barberia@gmail.com
Prof. Dr. Glauco Peres da Silva glauco.psilva@gmail.com

 

 

 

 

               

Os docentes que integram o DCP-USP foram formados em centros de excelência no Brasil e no exterior e se dedicam a estudar questões políticas recorrendo a variadas perspectivas teóricas e metodológicas. Seu Programa de Pós-Graduação, há dois triênios reconhecido pela nota máxima de 7 na CAPES, é responsável por formar mestres e doutores com elevada qualificação e capacidade de inserção no sistema universitário público e privado, no governo e na administração pública, nos três níveis da federação, assim como em reconhecidas organizações não-governamentais e no mercado profissional. Muitos de seus professores são lideranças acadêmicas de destaque, desempenhando cargos de direção em associações científicas nacionais e internacionais, tais como Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (ANPOCS),  Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP), Associação Brasileira de Relações Internacionais (ABRI), Latin American Studies Association (LASA), International Political Science Association (IPSA),  International Sociological Association (ISA) e International Studies Association (ISA). Com o objetivo de se manter à frente das discussões que estruturam a disciplina, para além dos cursos regulares de graduação e de pós-graduação, o DCP-USP tem se empenhado no processo de internacionalização de seu ambiente de trabalho e de sua produção intelectual, principalmente por meio da atração de pesquisadores estrangeiros para o desempenho de diversas atividades tais como cursos, eventos, pesquisas e orientação de alunos. Nos últimos anos, sua intensa programação de Seminários e eventos, com a participação de renomados pesquisadores nacionais e estrangeiros, tem tornado mais viva a dinâmica acadêmica, envolvendo alunos e professores no debate de conceitos, métodos e resultados de pesquisa, num trabalho coletivo de aperfeiçoamento da própria Ciência Política.


São três as principais linhas de pesquisa do DCP, sob as quais se pode encontrar um extenso leque de temas e problemas de pesquisa: Teoria Política, Política Brasileira e Comparada e Relações Internacionais. Um compromisso transversal que envolve a todos diz respeito ao desenvolvimento permanente da própria Ciência Política. Assim, o ensino e a pesquisa não têm em mente apenas o alcance de resultados substantivos, mas o aperfeiçoamento do próprio método de investigação - seja teórica ou empírica - capaz de elevar o patamar de qualidade da produção científica. 

Algumas das formas de perseguir esse avanço contínuo residem no incentivo ao uso do método comparativo, à elaboração e teste de hipóteses centradas na literatura nacional e internacional, ao conhecimento dos modos de explicação e de construção de teorias em Ciência Política e ao aprendizado rigoroso de técnicas de pesquisa. Nesse processo, mantém-se e renovam-se os laços com áreas afins, tais como a dos estudos econômicos, sociológicos, jurídicos, históricos e filosóficos, uma tradição do DCP-USP.
Em resumo, nos últimos anos o DCP-USP vem se destacando por sua produção intelectual docente, por passos consistentes rumo à internacionalização, pela formação e produção intelectual de seus alunos, pela liderança institucional e pela visibilidade de suas iniciativas no campo da Ciência Política.

12